sexta-feira, 26 de outubro de 2012

As últimas do JB



Manda quem pode...

... e quem tem as prerrogativas para isso. Mas não só por mandar, mas porque assim determina a lei das transições administrativas. E foi pautado  no Artigo 156 da Constituição Estadual, que o prefeito eleito Dr. Amarildo Pinheiro criou a comissão de técnicos e advogados que terão a responsabilidade de ver “in loco” a situação dos prédios públicos; receberem e analisarem os relatórios, contratos, convênios, bem como relação de funcionários efetivos e contratados da atual administração e tudo o mais que for pertinente. Esta providência também fora tomada junto ao ministériuo público quem terá o dever de acompanhar o processo transitório. As demandas provenientes destas informações vão gerar relatórios que serão apresentados em audiências públicas que vão nortear os encaminhamentos legais. É a nova maneira de administrar. Agora é Amarildo!


...obedece quem tem juízo.

...E quem entende que “o público” não pode ser confundido com “o privado”. E foi nesse entendimento e com esta sensibilidade que a equipe da prefeita Surama Soares recebeu o ofício que apresentava a criada “Comissão” de transição e solicitava a abertura de todas as informações necessárias da atual gestão municipal. A prefeita se mostrou solícita e determinou aos seus Secretários a prestar todas as informações necessárias. Esta postura, digna de elogios, torna a transição administrativa sem nenhum trauma. O prefeito Amarildo agradeceu e até elogiou a atitude da atual prefeita.



A “caça às bruxas”

Após perder as eleições é comum nas administrações dos interiores do Maranhão, e aqui não foge à regra, haver uma verdadeira “devassa” nos servidores contratados ou naqueles que efetivos, assumem ou ganham alguma “comissão” a mais nos seus salários. Aqui já começou a degola. E ganha um prêmio quem dedurar um infiel. Resultado: muitos já começaram a sofrer o corte da navalha. Estão sendo sumariamente demitidos de suas funções, Foi assim com a Professora Tatiana Nunes (Diretora da Escola do Centrinho) – que dizem, é Amarildo desde criancinha - e com o Professor Carlos Pinheiro (Coordenador do Farol da Educação), que atestam alguns “dedos-duros”, não ter votado com a atual prefeita. Engrossaram esta lista as também professoras Cleidimar e Patrícia. Outros estão na mira.

E assim vai. Dizem também que quem é mais entusiasta desta “sangria”, é quem mais empregou, quem distribuiu gratificações ao bel-prazer e quem queria o voto a qualquer custo. Pois é, ainda são eles!


Os “pulos” de cada um

Nesta eleição e sobretudo na reta final da campanha, observou-se alguns “pulos” de alguns malabaristas da política joanina. Alguns se deram bem. Pularam certo. Outros, bem-feito, se espatifaram no chão. Tudo isto, porque querem fazer da política uma ciranda, uma brincadeira de pula-pula, sem nenhuma convicção. Política é arte de saber ganhar e saber perder, com convicção. Esta retórica não é bem assimilada por alguns, infelizmente. 

Por outro lado temos aqueles que se descobrem desvalorizados em seus grupos e buscam outras convicções, e são bem recebidos nos novos grupos políticos ou se constituem novas lideranças partidárias, distantes das velhas raposas. 

E assim vão se renovando os grupos políticos, tendo como base a “convicção”, “o ideal”, “o pensamento coletivo”, e não o aproveitamento às benesses, à pecúnia desenfreada de última hora. Como se viu, apesar da força bruta, a esperança venceu o medo. Deu Amarildo!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Começa o processo de transição para o governo de Amarildo


Como já era de se esperar, o novo prefeito eleito de São João Batista, Amarildo Pinheiro já deu início ao processo de transição para o novo governo que se inicia a partir de 1º de janeiro de 2013.

É que foi protocolado ontem pela manhã no gabinete da Prefeita Surama Soares, documentos que requerem a abertura de todas as ações da atual gestão à comissão de transição que fora formada por técnicos de diversas áreas de gestão pública e advogados designados pelo novo prefeito.  Igual procedimento fora feito junto ao Ministério Público, no gabinete da Promotoria, a quem caberá acompanhar o processo transitório.

Estas prerrogativas estão previstas no Artigo 156 da Constituição Estadual que garante ao novo mandatário o acesso a todas as informações e relatórios pertinentes a gestão que se finda em 31 de dezembro vindouro.

Estes procedimentos são de praxe e de fundamental importância a um governo que se propõe ser transparente em suas ações. Por sua vez, diante da solicitação formal com a devida ciência do Ministério Público, a atual gestão está obrigada a proceder conforme determina a lei.

Os relatórios elaborados a partir da realidade encontrada serão socializados aos cidadãos joaninos em audiências públicas que serão realizadas provavelmente no mês de dezembro e que irão subsidiar o macro plano de governo já estabelecido pelo novo prefeito.

Estas e outras ações que serão desencadeadas pela nova gestão municipal estarão presentes no Portal da Transparência municipal, bem como no novo site da Prefeitura de São João Batista em cujos ambientes estarão contidas todas as informações acerca dos gestores públicos e suas respectivas pastas.

domingo, 7 de outubro de 2012

Algumas análises e uma certeza: Amarildo ganha as eleições



Amarildo Pinheiro
Em São João Batista o que não falta é analista político. Como em todo lugar tem sempre aqueles que se dizem “experts” em matéria de política.  E não é difícil encontrá-los. Nós procuramos alguns desses ilustres e anônimos matemáticos, notáveis conhecedores de eleições municipais, para saberem de si, com base nos depoimentos dos eleitores, considerando os diversos povoados, quem vencerá estas eleições. A resposta foi unânime: o candidato Amarildo tem mais chance de ganhar estas eleições.

A opinião vem de eleitores-analistas dos dois lados. Alguns só divergem nos percentuais, isto é, aqui pra nós, na diferença do vencedor para o perdedor. Um diz que a vitória de Amarildo é apertada, com algo de cerca de uns 500 votos de vantagem. Um outro  já acredita que a diferença pode ficar na casa entre 800 a 1.200 votos.

Dois são bem mais otimistas. Colocam o candidato Amarildo com uma votação superior a 2.000 votos de vantagem em relação a segunda colocada.

Em percentuais como seria isto? Vejamos. Dos poucos mais de 15.000 eleitores que estão aptos a votarem no próximo domingo, acredita-se que cerca de 14.000 devem marcar presença na primeira eleição biométrica de São João Batista. O número de votos brancos e nulos não chega a ser muito alto. Mas convenhamos que só os votos válidos estejam na mesma casa dos 14.000. Isto seria 100%.

O menos otimista dá vitória a Amarildo com cerca de 52% contra 48% da candidata Surama Soares. Isto já leva a uma diferença de 580 votos pro Amarildo.

Amarildo, Esposa e Filhos
O de médio otimismo estende mais este percentual. Amarildo ganha as eleições com percentuais na casa dos 53 ou 55%, contra 47 ou 45%. Isto eleva a diferença pra cerca de no máximo 1.400 votos. Portanto pode variar nos percentuais admitidos pelo segundo analista.

Já os mais otimistas acreditam que o percentual de Amarildo chega aos 58% contra 42% dados a Surama Soares. Se assim for, a diferença ultrapassa a casa dos 2.000 votos realmente.

É verdade que estes números não são absolutos. Além da margem de erro que se considera na estatística, tem-se de lembrar que a disputa não se dá entre dois candidatos apenas, mas sim, entre três: Amarildo, Surama Soares e Zé Abreu. 

Perguntado qual seria a votação deste último os analistas  disseram que o mesmo teria uma baixa votação. Algo entre 2 ou 3% dos votos válidos.
Como dissemos estes números baseiam-se em análises. Não são oriundos de nenhuma pesquisa oficial, mas sim das avaliações e conversas que tiveram estes analistas com o povo em geral. 

É esperar pra ver quem está certo!

sábado, 6 de outubro de 2012

As últimas do JB



Desespero (I)


Com a enorme multidão que esteve durante todo o comício do candidato Amarildo em comparação com apenas meia-dúzia de gatos pingados que estiveram no comício da candidata situacionista, não restou outra saída: bateu o desespero. E as reações como já era de se esperar serão de partir pra cima do eleitor com tudo e mais “alguma coisa”. A prova disto foi a denúncia de compra de votos que supostamente estaria sendo feita pela Secretária de Educação Cleana Santos Jacinto no povoado Vertente. A polícia recebeu a denúncia e foi na batida da atual secretária. 

Ao ser encontrada e após as averiguações de praxe, Cleana fora convidada a prestar esclarecimentos a cerca da denúncia. Na delegacia, esta explicou que estava “visitando” uma comadre sua. Como isto, apesar de estranho, é possível em tempos de eleição, a professora Cleana, cujo esposo é candidato a vereador, fora liberada. Então tá.


Desespero (II)

Na avaliação de alguns analistas políticos e até de alguns eleitores e candidatos que acompanham a candidata Surama Soares foi frustrante o comício de encerramento realizado na Praça de Eventos. Mesmo embalado pelas sucessivas motocarreatas de “ávidos” motoqueiros, os que ali se fizeram presentes não demonstravam entusiasmo. O comício de falas repetitivas e cansadas não empolgava por nenhuma oratória. O “qué-qué-qué” de alguns oradores dava sono e terminou por dispersar os que resistiam a tamanho sacrifício. Resultado: o comício terminou às 10 horas. Sem graça do início ao fim. 

Com isso só aumentou o desespero.


Muito estranho

Uma pergunta inquieta os muitos analistas políticos nas rodas de conversas aqui em São João Batista. Por que não foram divulgados os resultados de três pesquisas aqui realizadas? O fato é mais estranho, porque segundo se sabe, os institutos que realizaram as últimas pesquisas, costumam fazer estas enquetes para o Governo, de quem a candidata Surama Soares se julga candidata oficial. E o espírito jocoso do povo joanino começou a dizer que “tem algo muito esquisito por debaixo desse angú”. 
Este silêncio só tem uma resposta: A atual prefeita, que tem alta rejeição, está perdendo a eleição. É fato.



A carreata da vitória

Acontece ainda hoje por volta das 3 da tarde com saída do povoado Santana a super-carreata da vitória da coligação “O compromisso com o povo continua”, dos candidatos Amarildo Pinheiro e Júnior de Fabrício. Devidamente autorizada pela justiça eleitoral esta motocarreata pretende fechar com chave de ouro a caminhada vitoriosa do candidato que teve as melhores propostas e que consolidou a melhor chapa de candidatos. Já contando com os muitos eleitores joaninos que residem em São Luís, esta deve ser a maior motocarreata já ocorrida em nosso município. Para muitos que estão até então sob a pressão dos patrões esta é a oportunidade de manifestar seu apoio ao candidato do povão. É hora de quebrar as “amarras”. Renovação já!


Uma festa da democracia pela mudança


A multidão que se fez presente

As imagens falam por si só. Mas era preciso ver. Estar lá. E eu e milhares estivemos lá. Foi uma verdadeira festa o comício de encerramento do candidato Amarildo em São João Batista.

O comício que começou por volta das 20 horas se estendeu até às 23 horas e 58 minutos. Não podia passar de meia noite. Eram muitos oradores. Mas o impressionante é que o povo não se dispersava. Estavam todos ali. Queriam ouvir a voz do futuro prefeito. E Amarildo só pode falar por volta das 23 horas e 35 minutos. Foram apenas 23 minutos de oratória. O bastante para agradecer o imenso carinho com que foi tratado pelos joaninos  em todas as casas e todos os povoados por onde andou.

Elencou algumas de suas propostas na área da saúde, da educação, da segurança pública, da infraestrutura rural e urbana. O Deputado Federal Waldir Maranhão, que esteve presente, garantiu os recursos necessários através de emendas parlamentares para que Amarildo possa realizar as obras estruturantes que o município precisa. Amarildo agradeceu também aos inúmeros apoios que recebeu da classe política. 

Quero agradecer sobre tudo a Deus, por ter me dado esta oportunidade de aqui estar novamente, me colocando à disposição de meus conterrâneos, para trabalhar muito mais pela minha gente e pela minha cidade”, enfatizou o candidato Amarildo ao pedir aos eleitores de São João Batista a chance de ser o seu futuro prefeito.

A cada música, a cada clip a multidão ia ao delírio. A praça do Viva, no bairro Paulo Sexto ficou pequena para as mais de 4 mil pessoas que ali estavam. Eram homens e mulheres de todas as idades. Todos reafirmavam a cada instante a vontade de mudar os rumos administrativos de nossa terra. Todos os candidatos a vereadores e lideranças políticas que lá estavam no palanque se manifestaram e enfatizaram o trabalho e a luta de mais de 20 anos do candidato Amarildo em favor do povo de São João Batista.

Como muito fora dito, agora, o futuro está em jogo. É a mudança que se faz necessária ou continuísmo. Os joaninos não podem negar a oportunidade que tem a nossa terra de viver a liberdade e de permitir um novo tempo de grandes realizações. Amarildo representa esta real possibilidade.